Conab – Produção de seda no Brasil é destaque na revista Indicadores da Agropecuária

País é o único produtor de fio de seda em escala comercial no Ocidente

O Paraná produz 83% dos casulos de bicho-da-seda do país, seguido por São Paulo e Mato Grosso do Sul, que desenvolvem a atividade predominantemente por meio do trabalho familiar. Da produção nacional total, 90% destinam-se ao mercado externo. Os dados estão na edição de outubro da revista Indicadores da Agropecuária, produzida pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). De acordo com a publicação, o Brasil é destaque na atividade de sericultura, sendo o único produtor de fio de seda em escala comercial no Ocidente.
A produção brasileira de casulos de seda chegou nesta safra a 2.217 toneladas, 9,5% inferior ao observado no ciclo anterior, de 2.326 toneladas. No entanto, o decréscimo veio acompanhado de um salto tecnológico, com produtividade crescente na produção de casulo e, principalmente, na qualidade do fio.

A publicação também apresenta um diagnóstico da armazenagem no Rio Grande do Sul, com dados sobre o parque armazenador naquele estado. O estudo mostra que a capacidade estática do RS é de 28,4 milhões de toneladas. Isso representa 17,7% da capacidade estática brasileira. Também indica a concentração de armazéns graneleiros, uma vez que o estado fornece 66% do arroz do Brasil e é grande produtor de soja.

A revista Indicadores traz, ainda, uma análise dos preços das principais culturas no mês de setembro na comparação com o mesmo período do ano anterior, quando a soja e o trigo tiveram queda nas cotações nos principais estados produtores, além de dados sobre previsão de safra, exportações, custos de produção, entre outras informações sobre o setor agrícola.

Confira aqui as informações completas da revista. 
Mais informações à imprensa:
Gerência de Imprensa da Conab

Fonte : Mapa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *