Conab: última pesquisa da safra 2010/11 mostra recorde de 162,9 mi t

Fonte:  G1 | Agencia Estado

imprimir São Paulo, 09 – A produção nacional de GRÃOS na safra 2010/11, praticamente encerrada, deve alcançar recorde de 162,9 milhões de toneladas. O volume representa aumento de 9,2% em relação à safra anterior (2009/2010), que foi de 149,2 milhões de toneladas, mostra o 12º levantamento da COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO (CONAB), divulgado hoje.

Em relação ao resultado da pesquisa anterior (161,5 milhões de t), divulgado em agosto, houve aumento de 1,42 milhão t (mais 0,9%). Segundo a CONAB, o aumento pode ser atribuído à confirmação da boa produtividade do milho segunda safra. Além disso, a alteração no valor total da safra ocorreu por causa da revisão da área de milho no Nordeste e das áreas de soja subirrigada de Tocantins e de Roraima, que têm calendário semelhante ao do hemisfério norte. "Os resultados positivos compensaram a queda do feijão terceira safra e do milho segunda safra na Bahia que, em virtude das adversidades climáticas, apresentam perdas consideráveis", informa a CONAB em comunicado.

Área

A área total cultivada no País está estimada em 49,9 milhões de hectares. A projeção é 5,3%, ou 2,5 milhões de hectares, superior à safra passada (47,4 milhões de hectares). O centro-sul representa 79% da área plantada de GRÃOS. A região obteve crescimento de 3,3% (1,2 milhão de hectares), passando de 38,1 milhões para 39,4 milhões de hectares, em comparação ao ciclo anterior.

O Sul do País detém 44,9% da área total (17,7 milhões de hectares); o Sudeste, 12,2% (4,7 milhões de hectares) e o Centro-Oeste, 42,9% (16,9 milhões de hectares). As regiões Norte/Nordeste respondem por 21% (10,4 milhões de hectares). No Norte/Nordeste, foi registrado aumento de 13,5% (1,24 milhão de hectares) em relação ao ciclo agrícola anterior. Desse total, a região Nordeste plantou 83,59% (8,7 milhões de hectares) e o Norte, 16,41% (1,7 milhão de hectares).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *