Conab confirma recorde de soja em 2010/11

Fonte:  A GRANJA

A safra de soja do Brasil em 2010/11 foi estimada em um recorde de 75,3 milhões de toneladas, estável na comparação com a previsão de agosto, informou nesta sexta-feira a COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO (CONAB), confirmando uma produção recorde de GRÃOS e oleaginosas para a temporada. Na safra passada, o Brasil (segundo produtor e exportador mundial de soja) colheu 68,7 milhões de toneladas de soja, produto que liderou o crescimento da produção agrícola nacional, graças a um tempo favorável na maioria das regiões produtoras, segundo aCONAB. A produção total de GRÃOS e oleaginosas do Brasil foi estimada em 162,9 milhões de toneladas, confirmando o recorde durante o ciclo 2010/2011, segundo dados do 12o levantamento da companhia. Na estimativa de agosto, a safra havia sido estimada em 161,5 milhões de toneladas. "Em relação ao resultado da pesquisa anterior, divulgado em agosto, houve aumento de 1,42 milhão de toneladas devido à confirmação da produtividade do milho segunda safra", afirmou a CONAB em relatório. A estatal acrescentou que a alteração no valor total da safra ocorreu também "por causa da revisão da área de milho no Nordeste e das áreas de soja sub-irrigada de Tocantins e de Roraima, que têm calendário semelhante ao do hemisfério Norte". Na temporada anterior, o país colheu 149,2 milhões de toneladas. A produção total de milho foi estimada em 57,5 milhões de toneladas, ante 56,3 milhões em agosto e contra 56 milhões de toneladas em 09/10. O Brasil agora colhe a segunda safra de milho, que foi elevada para 21,6 milhões de toneladas, ante 20,5 milhões de toneladas em agosto e contra 21,9 milhões de toneladas na temporada anterior.A safra de algodão, também sendo colhida, foi estimada também em um recorde de 1,95 milhão de toneladas, estável ante agosto, mas com um crescimento expressivo ante as 1,19 milhão de toneladas de 09/10, quando a área plantada foi bem menor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *