Conab confirma a maior das menores colheitas de café

A produção brasileira de café (arábica e robusta) tende a somar 48,59 milhões de sacas de 60 quilos nesta safra 2013/14, segundo conforme projeção da Conab divulgada ontem. No primeiro levantamento, de janeiro, a autarquia estimava uma variação entre 46,98 milhões e 50,16 milhões de sacas.

Se comprovada a nova previsão, será o maior volume para um ciclo de baixa da história. Mesmo em sua bienalidade negativa, a queda sobre 2012/13, um ciclo de alta produtividade, será de apenas 4,4%. Em relação a 2011/12, o ciclo de baixa anterior, a alta poderá chegar a 11,8%.

A produção de café arábica na nova temporada foi estimada pela Conab em 36,4 milhões sacas, ou 74,9% do volume de café a ser produzido no país. O maior Estado produtor é Minas Gerais, com estimativa de 25,21 milhões de sacas. A colheita de robusta, estimada em 12,2 milhões de sacas, representa 25,1% do total da produção brasileira, e o Estado do Espírito Santo é o maior produtor desta espécie, com expectativa de colheita de 9,25 milhões de sacas.

Sobre a área de plantio, a Conab manteve a estimativa de 2,3 milhões de hectares, o que representa um crescimento de 0,53% na comparação com a área do ciclo passado.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/agro/3123994/conab-confirma-maior-das-menores-colheitas-de-cafe#ixzz2TMe8pJG8

Fonte: Valor | Por Fernanda Pressinott | De São Paulo

Compartilhe!