Conab chama de volta seus procuradores

Fonte: O GLOBO | Evandro Éboli eboli@bsb.oglobo.com.br

Funcionários ocupam cargos de confiança em outros órgãos

BRASÍLIA. Escolhido pela presidente Dilma Rousseff, o novo procurador-geral da COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO (CONAB), Rui Magalhães Piscitelli, quer de volta ao órgão todos os procuradores da empresa que ocupam cargos de confiança e que foram deslocados para outros setores do governo. Em reunião ontem com os superintendentes regionais da CONAB, Piscitelli afirmou que pretende reduzir os prejuízos da CONABem ações na Justiça, principalmente nas demandas trabalhistas, em milhões de reais.

Na gestão do ex-presidente ALEXANDRE MAGNO AGUIAR, procuradores ganharam cargos no órgão, tiveram seus salários aumentados e foram para outras funções. Piscitelli disse que são necessários sacrifícios pessoais, como ele disse que está fazendo, e restringir sua atuação na defesa da CONAB em ações judiciais. Aguiar dirigiu a CONAB durante um ano, entre 2010 e 2011. Era uma indicação do PTB.

Na procuradoria, Piscitelli substituiu Rômulo Gonçalves, afastado do cargo após denúncias de esquemas que beneficiavam escritórios particulares de advocacia. Para o novo procurador, a terceirização deve ser uma excepcionalidade. Piscitelli é dos quadros da Advocacia Geral da União (AGU).

O novo ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro, reuniu-se ontem com o chefe da Controladoria Geral da República (CGU), Jorge Hage. Mendes inteirou-se das investigações que a CGU está fazendo no ministério e na CONAB. Funcionários da CGU passaram dias dentro da CONAB após a revelação de supostos desvios de recursos no órgão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *