Conab atrasa pagamento

Produtores e indústria querem que a Conab resolva o atraso de pagamentos de PEP e Pepro para escoamento de arroz na safra 2011/12, que chegaria, em alguns casos, há seis meses. Ontem, na reunião da Câmara Setorial do Arroz, foi lida resposta do Mapa ao questionamento, que credita o atraso à falta de funcionários e sugere que o setor cobre o aumento no quadro de pessoal. O presidente da Câmara, Francisco Schardong, disse que pedirá agilidade nos pagamentos, mas que a questão de pessoal é com o governo. "O programa não pode deixar de cumprir as datas porque, se fosse o contrário, nos cobrariam juros e correção." Segundo o presidente do Sindarroz, Elton Doeler, foi o escoamento de 2 milhões de toneladas que fez o preço reagir. Também há problema com o prazo de comprovação estabelecido até 28 de fevereiro. Doeler diz que, no caso do PEP, a indústria respeitou os prazos, mas algumas tradings só embarcaram depois, e a Conab não está aceitando.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *