CONAB ABRE PROJEÇÃO PARA A SAFRA 2012/13

A primeira estimativa de intenção de plantio aponta que a safra gaúcha 2012/2013 tende a se aproximar do recorde de 28,825 milhões de toneladas de 2010/2011. De acordo com a Conab, a produção pode variar de 27,707 milhões a 28,377 milhões de t de grãos, o que significaria elevação entre 32,6% e 35,8% na comparação com o ciclo passado, quando a seca arrasou a agricultura estadual. A pesquisa revela área entre 7,699 milhões e 7,881 milhões de hectares, o que representa entre 1,6% e 4% de incremento no mesmo período. O superintendente regional da Conab, Glauto Melo, antecipa que as projeções do milho e do trigo tendem a recuar, já que o levantamento não considera o efeito dos temporais. No arroz, a perspectiva é de elevação dos números, já que as chuvas recuperaram mananciais. O bom preço (R$ 39,00/sc) reforça esta expectativa.

A projeção divulgada ontem é puxada pelo crescimento da soja, que avançou sobre áreas de milho e de pousio de arroz. Se tudo der certo, o Estado pode colher entre 11,785 milhões e 12,125 milhões de t da oleaginosa numa área até 7% maior, o que ultrapassaria o recorde histórico, de 11,621 milhões de t em 2010/2011. ‘No geral, as perspectivas para a safra são boas.’

No campo, duas são as preocupações: o comportamento do clima e a manutenção de preços. Segundo o presidente da Comissão de Grãos da Farsul, Jorge Rodrigues, o passado ensina que El Nino não é garantia de safra farta e que as chuvas já causaram estragos no milho e no trigo.

No país, a projeção é de produção oscilando entre 177,68 milhões e 182,27 milhões de toneladas, alta de 7,2% a 10%.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *