Comunidades Quilombolas devem receber investimentos na área de saneamento

Deputado Glauber Coelho se reúne com superintende estadual da Funasa e lideranças quilombolas para discutirem saneamento básico nas comunidades.

Comunidades Quilombolas devem receber investimentos na área de saneamento

Comunidades Quilombolas de Presidente Kennedy, Itapemirim e Vargem Alta devem ser contempladas com projetos na área de saneamento básico da Fundação Nacional da Saúde (Funasa). Num encontro na manhã desta terça-feira (06), entre representantes do órgão e das comunidades foram discutidas as primeiras ações a serem implementadas para o início dos trabalhos.
A reunião contou com a presença do deputado estadual Glauber Coelho (PR), que vem buscando recursos junto a Funasa para obras de melhorias de saneamento nas comunidades quilombolas e assentamentos. “A falta de água e esgoto tratados são, ainda, um grande desafio para essas comunidades. Sabemos que é impossível falar de saúde sem saneamento básico para todos”, explicou o parlamentar.
As comunidades que pleiteiam o recurso são Graúna, em Itapemirim, Pedra Branca em Vargem Alta, e Boa Esperança e Cacimbinha, em Presidente Kennedy. Aproximadamente 700 famílias podem ser contempladas com obras de melhorias de saneamento.
De acordo com o superintendente estadual da Funasa, Nilton Andrade, o projeto contempla ações que visem tratamento de água, esgoto e resíduos lançados no meio ambiente. “Nosso trabalho não visa apenas obras de infraestrutura, mas que promova o desenvolvimento sustentável das comunidades”, frisou.
Para os representantes dos Quilombolas, os investimentos previstos vão mudar a realidade de muitas famílias que ainda não têm banheiro em casa, água e esgoto tratados. Em Presidente Kennedy, por exemplo, ainda há casas onde o esgoto é jogado no quintal. “A parceria com a Funasa, sem dúvida, será um marco na vida dessas comunidades que têm um histórico de lutas e conquistas. Demonstra respeito a essas pessoas que tanto já fizeram para a economia dos municípios”, destacou Leonardo Santos, da Comunidade de Cacimbinha.
Técnicos da Funasa devem visitar as comunidades nas próximas semanas para coletar dados sobre a realidade das famílias para a produção e execução do projeto. Mais de R$ 2 milhões já foram investidos em melhorias sanitárias em comunidades de São Mateus, Conceição da Barra e Ibiraçu.
“Queremos que os quilombolas do sul sejam referência em modelo sustentável. Este é apenas o primeiro passo para revertemos o triste cenário em que muitas famílias vivem, sem acesso aos serviços básicos de saúde. Saneamento é dignidade”, destacou o deputado Glauber.

Fonte: Redação Maratimba.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.