COMÉRCIO EXTERIOR – Governo fixa cota preferencial de exportação de açúcar para os EUA

Alagoas terá 46,41% da cota, a maior participação do volume total exportado de açúcar ao mercado norte-americano

NOTÍCIAS RELACIONADAS

O governo federal fixou em 161,26 mil toneladas a cota preferencial de açúcar a ser exportada por Estados das regiões Norte e Nordeste entre 1º de outubro de 2015 e 30 de setembro de 2016. De acordo com Instrução Normativa publicada nesta sexta, dia 16, no Diário Oficial da União (DOU), assinada pelo secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, André Nassar, Alagoas terá 46,41% da cota, a maior participação do volume total exportado de açúcar ao mercado norte-americano com preços maiores que os observados internacionalmente.

Pernambuco vem a seguir, com 38,41% de participação na cota, seguido por Rio Grande do Note e Paraíba, ambos com 4,06%. Outros Estados das regiões Nordeste e Norte somam o volume restante. A cota é pequena, considerando que exportação brasileira anual é de 27 milhões de toneladas, das quais cerca de 2 milhões do Nordeste e em torno de 25 milhões do Centro-Sul.

No entanto, a avaliação do mercado é que, mesmo insignificante sobre o volume total exportado, a cota corre o risco de ser reduzida ou até mesmo extinta pelos Estados Unidos após a efetivação da Parceria Transpacífico (TPP, na sigla em inglês). Isso ocorreria porque outros países exportadores de açúcar do bloco, como a Austrália, poderão enviar a commodity ao mercado norte-americano sem tarifas.

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *