Comissões do Senado votam texto do Código Florestal nesta terça

Fonte: Ruralbr

Desde essa segunda, dia 7, ativistas fazem vigília com participação de celebridades para acompanhar e reivindicar mudanças no relatório de Luiz Henrique da Silveira

Caio Cigana

Dois anos depois de voltar à discussão no Congresso, o controverso novo Código Florestal brasileiro dá mais um importante passo. O relatório do senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC) será votado nesta terça, dia 8, a partir das 8h30, pelas comissões de Agricultura e Ciência e Tecnologia do Senado. A tendência é de que o texto seja aprovado com folga, embora siga a pressão por emendas, com forte participação de organizações ambientalistas que recrutam cada vez mais celebridades.

Levantamento do jornal Zero Hora indica que ao menos 12 dos 16 integrantes da Comissão de Agricultura são favoráveis ao texto substitutivo de Luiz Henrique. No caso da Ciência e Tecnologia, nove concordam com o texto. A próxima etapa, prevista para o dia 16, será passar pela Comissão de Meio Ambiente. Depois, o relatório deve ser votado no plenário do Senado dia 22. É provável que o texto tenha de voltar à Câmara antes de ser finalmente sancionado pela presidente Dilma Rousseff.
>> Leia mais em especial sobre o Código Florestal
Apesar de ter assumido a relatoria sob desconfiança de ambientalistas e governo, Luiz Henrique avalia ter chegado o mais perto possível do consenso.

– Estabelecemos um grande diálogo. Além de audiências pelo país, negociamos com diversas representações: Ministério Público, Judiciário, cientistas, pequenos agricultores e megaempresários do agronegócio. Com isso, conseguimos operar um processo de convergência.

Mesmo com concessões a ambientalistas, segmento mais crítico ao texto aprovado na Câmara, permanecem reivindicações de ativistas por alterações na proposta. O Comitê Brasil em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável iniciou nessa segunda, dia 7, vigília com debates transmitidos pelo site #florestafazadiferenca. A página ganhou notoriedade com a campanha para mudanças no Código que reuniu celebridades como a modelo Gisele Bündchen e o cineasta Fernando Meirelles. A maratona de esclarecimento, como também é chamada a iniciativa, prossegue nesta terça com o acompanhamento da votação nas comissões.

– Ainda é um pouco incerto, mas esperamos que algumas emendas sejam discutidas e acatadas no projeto – diz a ativista Marussia Whately, uma das coordenadoras do comitê.

ZERO HORA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *