Começa o Programa de Aquisição de Alimentos, destaca Emater

Legumes, verduras, frutas e derivados do leite são alguns dos produtos que vão compor o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) 2012, que começou ontem (14).

O PAA garante a compra da produção dos agricultores familiares e doação simultânea a entidades socioassistenciais. O objetivo é apoiar os agricultores familiares por meio da compra de sua produção e garantir o acesso às populações em situação de insegurança alimentar e nutricional a alimentos em quantidade e regularidade necessárias. Nesta primeira fase serão beneficiadas 15 mil pessoas e 400 produtores de alimentos.

O agricultor Maurício Severino de Rezende participa do programa por meio da Cooperativa Agrícola da Região de Planaltina-DF (Cootaquara) e diz que o programa tem estimulado outros produtores a se tornarem cooperados. "Participamos no ano passado e foi muito bom. O pagamento é feito em dia e este ano muitos quiseram entrar na Cooperativa para participar. Isso fortalece a Cootaquara", conta.

Entregas

Os produtos são entregues às entidades por meio de dois postos de distribuição. Um no Banco de Alimentos, na Ceasa, e o outro na Unidade de Recepção e Distribuição de Alimentos (Urda) em Alexandre de Gusmão. A expectativa é que sejam implantados mais outros três pontos de distribuição: em Sobradinho, Planaltina e São Sebastião. O objetivo é facilitar tanto a entrega do produtor quanto o recolhimento das entidades.

Na Unidade de Alexandre de Gusmão, a entrega às entidades assistenciais será feita às quartas-feiras, das 14h às 16h30 para as localizadas em Ceilândia, Taguatinga, Samambaia e Brazlândia. Já no Banco de Alimentos da Ceasa, os alimentos serão entregues nas terças, quintas e sextas-feiras, também das 14h às 16h30, para instituições das demais localidades como Brasília, Paranoá, São Sebastião, Gama e Planaltina. Os produtos são entregues pelos produtores, nesses mesmos dias, das 8h às 12h. O que garante alimentos frescos e com qualidade.

PAA

O programa é uma ação estruturante do programa Fome Zero e é fruto de um convênio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) com o GDF, por meio da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Seagri). A execução é feita pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF) com a Secretaria de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (Sedest) e Centrais de Abastecimento (Ceasa).

A Emater-DF também oferece a assistência técnica aos grupos de produtores na elaboração dos projetos e verificação de documentos para participação no PAA.

Fonte: PÁGINA RURAL  | Brasília/DF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.