Combate ao abigeato na Fronteira

Desde o início da semana, a Fronteira-Oeste conta com um comitê gestor regional de combate ao abigeato e abate irregular. Inicialmente, a coordenação ficará com o Gabinete de Gestão Integrada de Alegrete. O objetivo é o trabalho integrado e a troca de dados. Estima-se que 600 mil bovinos sejam abatidos de forma irregular ou furtados no RS por ano. No dia 5, será realizada reunião com os 13 municípios que integram o grupo.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *