Com fundamentos positivos, soja segue em alta em Chicago e puxa preços nos portos do Brasil

Os preços da soja praticados na Bolsa de Chicago seguem trabalhando em alta na sessão desta segunda-feira (18) e ampliando seus ganhos neste início de tarde. O mercado chegou a sinalizar alguma volatilidade há pouco, testou ligeiras baixas, mas logo voltou ao campo positivo e, por volta de 12h30 (horário de Brasília), subia entre 5,75 e 6,75 pontos nas posições mais negociadas, as quais superavam os US$ 9,70 por bushel.

No Brasil, as cotações também começam a semana renovando seu fôlego e já registrando bons ganhos nos portos do país. Os patamares estão mais altos em Chicago, os prêmios seguem atuando com valores entre 55 e 60 cents de dólar sobre as referências internacionais e a moeda norte-americana, após uma forte intervenção do Banco Central, sobe mais de 2% frente ao real.

Dessa forma, em Rio Grande, no início da tarde de hoje, a soja disponível subia 2,89% para R$ 78,20 por saca e a do mercado futuro, embarque junho/16, vinha sendo negociada a R$ 79,10 e avançando 3,81%. Os negócios, portanto, também começavam a semana mais aquecidos, inclusive com a demanda interna mais presente, segundo relatam analistas de mercado.

Mercado Internacional

Na Bolsa de Chicago, os ganhos vinham ainda refletindo, como explicou Bryce Knorr, analista de mercado do portal Farm Futures, "os turbulentos cenários climático e político ao redor do mundo". Há um movimento de compra por parte dos fundos, como explica Knorr, entre os futuros da soja, do milho e do trigo após uma saída dos investidores de ativos como o petróleo, por exemplo, que recua após a reunião da Opep (Organização dos Países Produtores de Petróleo), onde não houve acordo sobre um congelamento da produção.

E, ao mesmo tempo, seguem em foco os fundamentos positivos do mercado da soja, como as perdas estimadas na Argentina em razão de inundações – e as últimas previsões climáticas ainda indicando mais chuvas para as principais regiões produtoras da oleaginosa no país – e os firmes embarques semanais registrados pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) nesta segunda.

Na semana encerrada em 14 de abril, os EUA embarcaram 256,822 mil toneladas de soja, contra 340,892 mil da semana anterior. Os traders esperavam, porém, de 160 mil a 350 mil toneladas. No acumulado da temporada, os embarques já somam 42.289,959 milhões de toneladas, volume menor do que o registrado no mesmo período da temporada anterior, de 45.490,892 milhões.


Notícias Agricolas

Fonte: FAMASUL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *