Com aumento de área e produtividade, SC pode colher 18% mais soja em 2021

Entretanto, estado está preocupado com o clima, por conta do fenômeno La Niña, que poderá provocar chuvas irregulares durante o período de desenvolvimento das plantas

SAFRA 2020/2021

O plantio de soja em Santa Catarina deverá crescer de 2% a 3% na safra 2020/2021 e atingir 687 mil hectares, segundo previsões do analista do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), Haroldo Tavares, vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural.

“O ótimo preço da soja é o principal fator responsável pelo aumento da área, que deve levar a uma produção de 2,456 milhões de toneladas, com um rendimento médio de 3.575 quilos por hectare”, comenta.

Haroldo salienta que o produtor está bem capitalizado, o que proporciona bons investimentos em tecnologia.

“Com a boa remuneração da soja, o produtor deve investir numa segunda safra de soja, em uma área estimada de 30 mil hectares. Há expectativa de que a área avance no estado em áreas cultivadas antes com pastagens e florestas também”, afirma.

Um dos pontos de preocupação está no clima, por conta do fenômeno La Niña, que poderá provocar chuvas irregulares no estado durante o período de desenvolvimento das lavouras.

“O plantio iniciou nos últimos dias no estado, atingindo, até o momento, cerca de 1% da área. As precipitações do último final de semana, que variaram de 10 a 25 milímetros foram boas para as lavouras de soja”, informa.

O mais recente levantamento da consultoria Safras & Mercado estima uma área cultivada para o estado de Santa Catarina de 755 mil hectares de soja na safra 2020/2021, alta de 2% ante os 740 mil hectares registrados na safra anterior (2019/2020).

A produção de oleaginosa deverá atingir 2,704 milhões de toneladas, 17,7% acima das 2,297 milhões de toneladas colhidas na safra 2019/2020. O rendimento médio previsto deve ficar em 3.600 quilos por hectare, acima dos 3.120 quilos por hectare obtidos na temporada anterior (2019/2020).

Por Agência Safras

Fonte : Canal Rural

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *