Com aprovação de projeto na Assembleia Legislativa, governo quer dobrar área irrigada no Estado

Política Estadual de Irrigação e Fundo Estadual de Irrigação foram avaliados pelo Legislativo na última terça-feira, dia 8

Com aprovação de projeto na Assembleia Legislativa, governo quer dobrar área irrigada no Estado Tiago Francisco/divulgação

Governo estadual mantém hoje três programas de estímulo à irrigação Foto: Tiago Francisco / divulgação

Mesmo sem indícios de nova seca ou estiagem, o Rio Grande do Sul está se mexendo para não padecer com a falta de água. Nesta semana, a Assembleia Legislativa aprovou projeto de lei do governo que instituiu a Política Estadual de Irrigação do Rio Grande do Sul e o Fundo Estadual de Irrigação.
A previsão do Executivo é dobrar a área irrigada no Estado. A área é pequena – 1,2 milhão de hectares – frente às necessidades que se revelaram no período de 2010/2011, mas já é um começo.
O governo mantém três programas de estímulo à irrigação: o Mais Água, Mais Renda (com 1.741 projetos aprovados ou em análise), o Irrigando a Agricultura Familiar (com 1.106 projetos concluídos ou em andamento) e o Pró-Irrigação (com 600 projetos executados desde 2011).
Outra medida no caminho de evitar prejuízos com a seca é o convênio assinado com a Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) e com o Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) para incentivar a irrigação nas pequenas propriedades dos produtores gaúchos de tabaco por meio da divulgação e orientação, por exemplo, para uso das linhas de crédito disponíveis para isso.
Cerca de 500 técnicos da indústria participarão do projeto, que começará com um grupo de 150 produtores, que depois devem ser multiplicadores do uso dessa importante tecnologia.

Fonte: Zero hora

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *