Colheita de arroz perto do fim

A colheita do arroz se encerra nos próximos dias na região Sul do Estado, onde as lavouras tiveram plantio tardio por causa do excesso de chuvas. Conforme o assistente técnico da Emater José Enoir Daniel, a commodity pode se valorizar nos próximos meses porque o estoque regulador do governo está baixo. Com 95% da área colhida de 1,1 milhão de hectares, a produtividade segue dentro da estimativa de 7,6 toneladas/hectare, sem perdas significativas por causa do clima.

No entanto, diversos casos de brusone, doença que ataca os arrozais na época da floração e do enchimento de grãos, foram registrados em 15 mil hectares de lavouras localizadas na Depressão Central e no Sul do Estado, mas as perdas não chegaram a 10%. A estimativa se confirma em Cachoeira do Sul, onde alguns produtores registram quebra de 10% a 15%, e em Restinga Sêca, município onde o índice não deve passar de 10%, segundo estimativa do Sindicato Rural. Juntos, os municípios têm área plantada de 60 mil hectares, representando 7% da produção gaúcha. Pessimista, o presidente da Federarroz, Renato Rocha, prevê que a quebra da safra de arroz poderá chegar a 20% em algumas regiões do Estado.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *