Cofco International reorganiza gestão de negócios

Silvia Costanti/Valor

O brasileiro Valmor Schaffer, que já lidera a divisão de gerenciamento de ativos

A Cofco International, trading controlada pela gigante chinesa de alimentos Cofco, anunciou hoje uma reorganização de suas operações globais. Segundo fontes consultadas pelo Valor, com a reorganização a empresa passa a contar com uma estrutura de negócios mais parecida com a de grandes tradings agrícolas multinacionais como ADM, Bunge e Cargill.

Com as mudanças, a Cofco International passa a contar com o cargo de COO, que já está sendo ocupado por Selina Yang. A executiva até agora era a principal executiva global das áreas de grãos e oleaginosas da companhia. Foram criadas duas chefias globais, de grãos (milho e trigo, entre outros) e oleaginosas (soja e palma, basicamente). Essas áreas já estão sendo lideradas, respectivamente, por Paul Bateson, que estava na americana Bunge, e pelo brasileiro Marcelo Martins.

Também foi criada uma divisão global para o gerenciamento dos ativos da companhia, com sede em São Paulo e encabeçada pelo também brasileiro Valmor Schaffer, que já era presidente da Cofco International para a América do Sul. Bateson e Martins passaram a ser responsáveis pelas operações de trading da Cofco International. Se reportam à COO, como no caso de Schaffer no que tange às questões relacionadas à produção, eficiência e manutenção de qualquer ativo da companhia.

Apesar de ser uma empresa na qual os ativos representam "apenas" 50% da operação – a outra metade é o negócio de trading em si -, a Cofco International tem unidades (fábricas, silos e terminais, entre outros) espalhados pelas Américas, Europa e África. A Cofco é também uma das tradings agrícolas que mais crescem atualmente no Brasil, onde atua com foco em soja e milho.

Por Fernando Lopes | De São Paulo

Fonte : Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *