CNA SENAR ICNA FCNA – Sergipe – CNA e Cepea analisam custos de produção de milho em Sergipe

Levantar o custo da produção de milho em Sergipe foi o objetivo do painel realizado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) nesta quinta-feira, 1º. O painel faz parte do projeto Campo Futuro que se baseia no levantamento do custo de produção de diferentes atividades agropecuárias no país.

O levantamento do custo é realizado através de uma conversa com os produtores que fornecem as informações para os técnicos do CEPEA que alimentam a planilha de custos, que será disponibilizada para os produtores. O painel foi conduzido por pesquisadores do CEPEA com o apoio da Federação de Agricultura e Pecuária (Faese), bancos e produtores de milho de vários municípios.

O técnico do CEPEA, Renato Garcia Ribeiro, destaca a importância do projeto Campo Futuro para a gestão das propriedades rurais. “Quanto mais informação o produtor rural tiver, melhor para a sua tomada de decisão. Retornar a região que estávamos trabalhando a gente consegue uma série de dados boas que pode dar uma base para outros estudos e trabalhos e desenvolver a viabilidade de produção na região”, explica.

O produtor rural do município de Frei Paulo, Victor Dantas, participou do painel junto com os técnicos do CEPEA. Segundo Victor, a planilha de custo é fundamental para guiar o produtor na tomada de decisões.
“Este levantamento ajuda muito porque para se manter no setor precisa saber o custo da produção para ver a viabilidade daquele setor para saber se é rentável ou não. Acho que que a reunião foi muito importante para avaliar os custos”.
O presidente da Faese, Ivan Sobral, destaca que o projeto Campo Futuro tem um papel fundamental para orientar os produtores a como produzir e melhor gerir a sua propriedade.
“Muitos produtores não têm o hábito de calcular os custos, e o Campo Futuro ajuda o produtor a calcular cada custo da propriedade. Se ele seguir as orientações, vai saber onde utilizar o dinheiro de forma correta”.

Por: Do Senar/SE

Fonte : CNA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *