CNA pede suspensão de adicional de frete para renovação da marinha mercante

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) solicitou ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, a suspensão temporária do Adicional de Frete para Renovação da Marinha Mercante (AFRMM) cobrado na importação de fertilizantes e defensivos durante o período que durarem as medidas de combate à pandemia de Covid-19.O ofício assinado pelo presidente da CNA, João Martins, ressalta que a crise gerada pelo novo coronavírus está inluenciando a atividade agropecuária, diicultando a comercialização para os produtores, além de ocasionar queda nos preços de seus produtos e intensa desvalorização cambial, que encarece os insumos utilizados na produção.

Uma das taxas do AFRMM é de 25% sobre navegações de longa distância, o que encarece o preço destes dois insumos, responsáveis por 30% a 50% dos custos da produção agrícola.

Martins acredita que a suspensão do AFRMM por 180 dias ou enquanto vigorar o decreto que deine a agropecuária como atividade essencial durante a pandemia contribuirá para minimizar os aumentos de custo de produção.

Fonte: Jornal do Comércio