CNA desenvolve sistema de rastreabilidade vegetal

Brasília (16/10/2018) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) vai oferecer aos produtores de vegetais uma plataforma digital capaz de armazenar os registros e informações para a aplicação da rastreabilidade ao longo da cadeia produtiva.

O sistema, desenvolvido pelo Instituto CNA, é uma opção disponibilizada aos produtores para atender a Instrução Normativa Conjunta nº 2, de 7 de fevereiro de 2018, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que trata do monitoramento e controle das práticas agrícolas.

A ferramenta foi apresentada nesta terça (16), na reunião da Câmara Setorial de Citricultura, em Brasília.

De acordo com assessor técnico da CNA, Eduardo Brandão Costa, o sistema já está em fase de testes e até o final de 2018 deve estar disponível para a adesão voluntária de produtores rurais interessados.

“Estamos trabalhando para que os produtores se adequem às obrigações da normativa. Até 2021, obrigatoriamente, as principais frutas e hortaliças produzidas no Brasil deverão ser identificadas”, destacou.

O assessor complementa que o sistema de rastreabilidade desenvolvido pelo Instituto CNA é mais uma opção disponível para que os produtores estejam em conformidade com a legislação.

Desde 7 de agosto, a Instrução Normativa já está em vigor para os produtores de citrus, maça, uva, alface, batata, alface, repolho, tomate e pepino.

Assessoria de Comunicação CNA/SENAR

Fonte : CNA