CNA debate no Mapa agenda estratégica para o setor lácteo

Brasília (12/02/2019) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou na terça (12) da reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Leite e Derivados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para colaborar com a construção de uma agenda estratégica para o setor lácteo e definir propostas para o Plano Plurianual 2020/2023.

Os principais pontos debatidos foram: política agrícola, defesa agropecuária, estrutura, organização e fomento da cadeia produtiva, pesquisa e inovação, mercado externo e assuntos fundiários.

Segundo o presidente da Câmara e da Comissão Nacional de Pecuária de Leite da CNA, Rodrigo Alvim, na área de política agrícola, por exemplo, a ideia é ampliar o acesso ao crédito, reduzindo taxas de juros junto aos bancos e flexibilizando os termos de garantia.

CNA debate no Mapa agenda estratégica para o setor lácteo

O desenvolvimento de seguro específico para os produtores de leite, como de proteção de margem, também foi tratado.

Em relação à defesa agropecuária, o setor pede a efetivação do Programa Nacional de Melhoria da Qualidade do Leite (PNQL), com metas claras e objetivas e a harmonização de procedimentos de inspeção. Para pesquisa e inovação, destaque para a validação de novos testes para diagnóstico de brucelose e tuberculose.

“A partir desse documento, o Ministério da Agricultura deseja criar uma agenda estratégica para o setor, envolvendo as secretarias que tratam especificamente de cada tema”, disse o assessor técnico da Comissão da CNA, Thiago Rodrigues.

Durante a reunião, os representantes da Câmara também debateram a suspensão da taxa de antidumping do Brasil sobre as importações do leite em pó da Nova Zelândia e União Europeia.

Assessoria de Comunicação CNA/SENAR
Fotos: Wenderson Araújo
Telefone: (61) 2109 1419
flickr.com/photos/canaldoprodutor
cnabrasil.org.br

Fonte : CNA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *