CMN aprova renegociação de dívidas

O Conselho Monetário Nacional (CMN) autorizou, ontem, a renegociação de custeios e investimentos para produtores atingidos pela seca na região Sul. Desta forma, se o agricultor não for segurado, as parcelas com vencimento entre 1 de janeiro e 30 de julho deste ano, sejam elas de custeio prorrogados ou da safra 2011/2012, serão remanejadas para 31 de julho. Já para o agricultor segurado que tiver perda superior a 30%, poderá renegociar o saldo do custeio da atual safra em até cinco parcelas anuais, com o primeiro vencimento para daqui a um ano; prorrogar ou renegociar até 100% das parcelas de investimento e de custeio prorrogado de safras anteriores para até um ano após o vencimento do contrato ou distribuí-las nas parcelas restantes. O CMN também aprovou a criação da linha de crédito para cooperativas. O teto será de R$ 10 milhões por cooperativa e R$ 40 mil por associado, com juro de 6,75% e prazo de cinco anos e um de carência.

Fonte : Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.