Clima contribui para plantio de cereais de inverno

Com as condições climáticas favoráveis, os produtores seguem com a implantação da principal cultura de grãos da estação, o trigo, que já atinge 74% da área prevista.

De acordo com o Informativo Conjuntural, divulgado pela Emater/RS-Ascar nesta quinta-feira, em parceria com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), as previsões climáticas favoráveis para a cultura e as boas perspectivas de preços contribuem para o aumento da área cultivada.

Na regional de Soledade, foi retomada a semeadura após a normalização da umidade do solo.

As temperaturas amenas e a insolação, associadas à umidade adequada do solo, favoreceram o crescimento e o desenvolvimento da cultura, que apresenta em geral boa sanidade e adequado estande de plantas. O plantio também avançou na regional da Emater/ RS-Ascar de Santa Rosa, onde, de maneira geral, a germinação e emergência das lavouras estão sendo boas, apresentando estande de plantas dentro do recomendado para a cultura.

Na regional de Santa Rosa, principal produtora do Estado, as condições climáticas da semana favoreceram a retomada do plantio de canola das últimas lavouras.

A maior parte da área encontra-se em desenvolvimento vegetativo, com algumas lavouras já em fase de floração. A cultura apresenta desenvolvimento inicial bastante promissor, beneficiado pelas condições climáticas favoráveis durante o plantio e a germinação.

Com dois mil hectares implantados, Giruá se destaca no cultivo da oleaginosa.

A aveia branca segue com bom desenvolvimento na regional de Ijuí, principal produtora do Estado.

A maioria das lavouras encontra- se na fase de alongamento do colmo e emborrachamento.

Na regional de Ijuí, houve um avanço significativo na implantação da cevada, aproximando-se do final da semeadura. As primeiras lavouras semeadas estão em estádio de afilhamento e apresentam pequenos sintomas de ataque de doenças – aparecimento de manchas foliares. As demais áreas estão em início de emergência. Na regional de Erechim, 70% da área está implantada. A maior área prevista nesta safra fica em Sertão, com dois mil hectares com a cultura de cevada.

Fonte: Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *