Chuvas provocam perdas estimadas em R$ 400 milhões na agricultura gaúcha

 

Reunião busca auxiliar agricultores ligados ao cultivo do arroz e soja

Chuvas provocam perdas estimadas em R$ 400 milhões na agricultura gaúcha | Foto: Emater / Divulgação / CP Memória

Chuvas provocam perdas estimadas em R$ 400 milhões na agricultura gaúcha | Foto: Emater / Divulgação / CP Memória

  • Eduardo Paganella / Rádio Guaíba

    As perdas provocadas no campo por conta das chuvas no Rio Grande do Sul motivaram o secretário estadual da Agricultura, Ernani Polo, a se reunir nesta quinta-feira com prefeitos da Associação dos Municípios da Zona Sul, em Pelotas. A reunião está prevista para as 14h, na sede da Associação. As perdas já somam R$ 400 milhões, segundo levantamento preliminar apresentado pela Emater.

Ernani Polo afirmou que a reunião entre prefeitos locais e o governo do Estado busca auxiliar, principalmente, os agricultores ligados ao cultivo de arroz e soja, que estavam em período de colheita. “Os impactos são localizados na produção agrícola. Nesta reunião, pretendemos fazer o encaminhamento de informações especialmente para o Ministério da Agricultura. São produtores que estão perdendo a produção, porque começava o período de colheita. Essa chuva provocou prejuízos consolidados mesmo que pare de chover agora. Por essa situação dramática, justifica-se esta ida até lá para conversar com os prefeitos”, disse.

A evolução das chuvas vem preocupando os gestores municipais que relatam perdas significativas nas lavouras e problemas de infraestrutura nas estradas dos municípios. Nessa quarta-feira, os prefeitos já haviam se reunido para compilar informações. O intuito é conseguir agendar reuniões em Porto Alegre com o governador José Ivo Sartori, agentes financeiros, Federações e Ministério da Agricultura, para mostrar a situação atualizada dos problemas enfrentados pelos agricultores.

Além do setor primário, há estragos na maioria das estradas da zona rural, que inviabilizam o transporte escolar. A estimativa é que sejam necessários recursos na ordem de R$ 30 milhões para as primeiras recuperações de vias danificadas nestes últimos dias.

Fonte : Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *