Chuvas preocupam na região Sul

Ainda que, aparentemente, não tenham provocado perdas significativas nas principais lavouras de grãos, as fortes chuvas que afetaram regiões dos Estados do Sul do país no fim de semana trouxeram shelf order prescription drugs online life of cialis preocupações sobre o ritmo da colheita da produção de verão neste fim de ciclo 2009/10, sobre o escoamento dessa produção e sobre o desenvolvimento das safras de inverno, sobretudo milho e trigo.

No Rio Grande do Sul, choveu forte no noroeste no domingo, mas os estragos concentraram-se nas zonas urbanas. Segundo Zé Carlos Libardoni, agrônomo da Cooperativa Tritícola de Santo Ângelo (Cotrisa), 90% dos 242 mil hectares de soja plantados nos 13 municípios da região já foram colhidos e os 10% restantes não sofreram prejuízos com a chuva, que ontem já estava bem mais amena. “Aqui o problema foi falta de chuva desde o fim de março até o dia 20 deste mês”, informou. A estiagem afetou a produtividade da soja e poderá reduzir em 50% o rendimento da safrinha de milho.

Em Santa Catarina, embarques foram suspensos no porto de Itajaí, prejudicando as vendas de carnes. E, no Paraná, aumentou o temor sobre os efeitos das chuvas nas operações de soja em Paranaguá, também fundamental para o agronegócio brasileiro. “O clima é nosso pior inimigo”, disse Luiz Antonio Borges da Silva, chefe de exportações de commodities do porto.

Fonte: Valor Econômico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *