Chuva provoca perdas em lavouras ocupadas com trigo e cebola em SC

Em algumas propriedades, água comprometeu quase metade da produção.
Expectativa era colher 267 mil toneladas do grão.

A chuva em Santa Catarina provocou muitas perdas nas lavouras de trigo e cebola. Quase metade da produção foi comprometida.

O agricultor Flávio Fonseca acabou de colher o trigo na fazenda em Chapecó, na região oeste do estado. Ele acredita que a produção não vá cobrir nem os gastos com a lavoura. “A gente tinha expectativa de colher de 60 a 70 sacas por hectare e acabamos colhendo em torno de 20 por hectare. Não passa disso”, diz.

O trigo é uma das culturas afetadas pela chuva. A expectativa em Santa Catarina era colher 267 mil toneladas do grão. Mas, pelos dados preliminares da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado, a quebra na safra deve chegar a 50%.

Os agricultores que investem no cultivo da cebola passam por situação parecida. O produtor Sávio Schefer plantou cinco hectares com a cultura em Ituporanga e esperava colher 200 toneladas, mas não chegará nem à metade do previsto.

Na colheita é possível perceber os efeitos negativos da chuva nas plantações de cebola. Algumas saem rachadas e outras com muita terra, o que faz com que o agricultor tenha mais trabalho e custo para conseguir deixar o produto pronto para o mercado.

Nos anos em que não há excesso de chuva, 200 mil toneladas de cebola saem das lavouras de Ituporanga. O número representa um terço de toda a produção brasileira.

“Uma perda tão alta como a dessa safra nós não temos registro. Nós estamos estimando que vamos perder em torno de 50% da cebola em Santa Catarina”, diz Daniel Schmitt, agrônomo da Epagri.

Apesar de redução de oferta no mercado, o preço da cebola não subiu. Os agricultores estão vendendo o quilo por R$ 1,20, mesmo valor da última safra.

Marina DalcastagneItuporanga – SC

Fonte : Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *