Chuva e frio atrasam plantio de arroz

Frio persistente e chuva em excesso irão atrasar o plantio de arroz em importantes regiões produtoras do Rio Grande do Sul. Na Fronteira-Oeste, orizicultores estão em alerta com o risco de elevação do nível do Rio Uruguai. O vice-presidente da Federarroz na Fronteira-Oeste, Ariosto Pons, não descarta alagamentos, o que poderia ocasionar a perda do que já foi semeado, exigindo replantio. Responsável por 35% da produção gaúcha, ao redor de 2,8 milhões de toneladas, a região recém iniciou o cultivo. Uruguaiana, Itaqui, São Borja e Barra do Quaraí semearam 10% da área estimada, cerca de 3,5 mil hectares. Na Campanha, o frio pode atrasar a germinação, especialmente se as baixas temperaturas continuarem. A Federarroz estima que 45% da safra esteja sendo atingida pela onda de frio na Campanha e Fronteira-Oeste. ‘Fatalmente vai atrasar a entrada da nova safra’, diz o presidente da Federarroz, Henrique Dornelles.

Segundo Dornelles, a chuva também atrapalha o começo do plantio na zona Sul do Estado. Ele acrescenta que situação semelhante ocorre em municípios da Planície Costeira Interna e Externa, como Tapes, Guaíba e Mostardas até Pelotas.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *