Chuva deve aumentar nos próximos meses

 Emater indica que precipitação pode até ajudar início do cultivo do trigo<br /><b>Crédito: </b>  CLOVIS PACHECO / cp memória

Emater indica que precipitação pode até ajudar início do cultivo do trigo
Crédito: CLOVIS PACHECO / cp memória

Depois de um verão rigoroso, que deixou um rastro de prejuízos no campo, os agricultores deverão enfrentar chuvas um pouco acima do normal nos próximos 90 dias. Reunido ontem na Capital, o Conselho Permanente de Agrometeorologia Aplicada do RS (Copaaergs) fez projeção de precipitações mais elevadas, principalmente no Oeste, em abril, e no Noroeste, em maio. Em junho, a tendência é que fiquem dentro do padrão.
A MetSul Meteorologia concorda que a chuva no Estado tende a aumentar nos próximos meses, inclusive com eventos pontuais em que os volumes serão excessivos. Entretanto, ressalva que, no restante do outono, ainda haverá alguma irregularidade na distribuição regional das precipitações, o que não será suficiente para reverter completamente o déficit hídrico dos últimos meses em parte do RS. O padrão de grande variabilidade de temperatura deve se manter com os extremos de frio mais fortes a partir de maio e, sobretudo, em junho.
A recomendação do Conselho para quem tentar recuperar a renda investindo em culturas como trigo, canola e cevada é escalonar a época de semeadura. Além disso, é aconselhável utilizar cultivares resistentes a doenças. De acordo com a coordenadora do Copaaergs, Bernadete Radin, os produtores devem aproveitar o período chuvoso para armazenar água. O agrônomo da Emater, Dulphe Pinheiro Machado Neto, acredita que, apesar da previsão de umidade, ainda é cedo para gerar alerta para doenças fúngicas e acrescenta que a precipitação pode ser até positiva na largada do plantio.

Fonte: Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *