CHINESES NEGOCIAM APOIO À FÁBRICA NO RS

Projeto prevê investimento de 50 milhões de dólares e até 2,5 mil empregos

PEDRO LUIZ SCHEEREN / cp memória

O Rio Grande do Sul pode ser alvo de investimento de 50 milhões de dólares para construção de uma nova fábrica de tratores agrícolas na região Sul do Estado. Ontem, executivos do grupo chinês Shandong Wuzheng estiveram reunidos com o governador Tarso Genro e o vice-governador Beto Grill, em Porto Alegre, onde manifestaram a intenção de viabilizar o negócio através de uma joint venture com empresários brasileiros.

O município de São Lourenço do Sul, sede da Kohler Implementos Agrícolas, possível parceira no investimento, já disponibilizou área de 54 hectares no Distrito Industrial. Se sair do papel, o empreendimento deve resultar na geração de entre 2 mil e 2,5 mil empregos. ‘A expectativa é de que venhamos a produzir muito mais grãos nos próximos anos e, por isso, necessitaremos de mais máquinas agrícolas’, ressaltou Grill, que esteve na sede da empresa, em maio, durante missão governamental à China.

No entanto, como a Bahia também está no páreo, as promessas de benefícios fiscais poderão definir o futuro do investimento. Segundo o prefeito de São Lourenço do Sul, José Sidney Almeida, possíveis incentivos estiveram na pauta da reunião na Sala do Investidor, ontem à tarde. ‘Mas tudo ainda é muito incipiente’, disse. Hoje, os chineses visitarão o município. O grupo também passará por Rio Grande e Pelotas, para conhecer o porto e instituições de ensino que possam preparar mão de obra.

Fonte: Correio do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.