- Ricardo Alfonsin Advogados - https://alfonsin.com.br -

China pede suspensão de tarifas antes da assinatura de acordo comercial

Exercendo pressão sobre o governo americano, o país asiático exige que os EUA removam a tarifa de 15% imposta em setembro a US$ 112 bilhões em mercadorias

Bandeira da China, chinês

O país asiático exige que os Estados Unidos removam a tarifa de 15% imposta em setembro/ Foto: Pixabay

A China está exercendo pressão sobre o governo de Donald Trump para remover tarifas impostas pelos Estados Unidos em  setembro e taxas previstas para entrar em vigor em meados de dezembro, antes de Pequim se comprometer com a fase um do acordo comercial bilateral.

O país asiático exige que os Estados Unidos removam a tarifa de 15% imposta em setembro a US$ 112 bilhões em mercadorias chinesas e a sobretaxa de 15% a US$ 160 bilhões em mercadorias chinesas que deverão entrar em vigor em dezembro.

A China busca a remoção das tarifas em troca de concordar em comprar até US$ 50 bilhões em produtos agrícolas dos Estados Unidos, comprometer-se a abrir seu setor de serviços financeiros para e aumentar a proteção à  propriedade intelectual, de acordo com relatos da imprensa internacional.

Até agora, o governo de Trump concordou em não aumentar as tarifas de 25% para 30%, a US$ 250 bilhões que estavam programados para entrar em vigor em meados de outubro. O assessor econômico da Casa Branca, Larry Kudlow, disse que os Estados Unidos podem retirar sua decisão de impor tarifas em dezembro se as negociações comerciais da fase um forem bem.

Fonte: Canal Rural

05 de novembro de 2019 às 09h15

Por Agência Safras

Compartilhe!