China anuncia tarifas antidumping ao frango do Brasil por 5 anos

Produto brasileiro será submetido a taxas que variam entre 17,8% e 32,4%

  • Empresas que se comprometeram com preço mínimo ficarão isentas da medida
  • Empresas que se comprometeram com preço mínimo ficarão isentas da medida | Foto: Rodrigo Assmann / CP Memória

    A China anunciou nesta sexta-feira a imposição de tarifas elevadas antidumping durante cinco anos ao frango do Brasil, maior produtor mundial. A partir de domingo, o frango brasileiro será submetido a taxas de entre 17,8% e 32,4%, por cinco anos, anunciou o ministério do Comércio em um comunicado.
    Algumas empresas, que se comprometeram a respeitar um preço de venda mínimo, ficarão isentas da medida, segundo o ministério chinês. Uma investigação iniciada em 2017 revelou que as importações de frango brasileiro a preços inferiores ao custo de produção "provocavam um prejuízo importante" ao setor avícola na China, afirma o comunicado.
    A Alfândega chinesa começou a adotar no ano passado um "depósito" de 18,8% a 38,4% sobre o valor das importações. O Brasil foi o principal exportador de carne de frango congelada para a China em 2017, com quase 85% das importações do gigante asiático, de acordo com a consultoria Zhiyan. Desde então, o país perdeu parcelas de mercado para Tailândia, Argentina e Chile, segundo a mesma fonte.
    A China era o segundo maior mercado no planeta para o frango brasileiro. Pequim interrompeu em março de 2017, de maneira breve, as importações de carne procedente do Brasil, após o escândalo provocado pela operação Carne Fraca da Polícia Federal.

    Por AFP

    Fonte : Correio do Povo

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *