Centro animal em Passo Fundo recebe chancela do Mapa

A região norte do Rio Grande do Sul concentra mais de 70% da produção de aves, suínos e bovinos de leite, e a sua sustentabilidade depende da saúde de seus rebanhos para manter e conquistar novos mercados. Para atender demandas como essa que existe o Centro de Diagnóstico e Pesquisa em Sanidade Animal (CDSA) da Universidade de Passo Fundo (UPF), que recebeu em abril o credenciamento para a realização do diagnóstico de doenças contempladas no Programa Nacional de Sanidade Avícola (PNSA), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O credenciamento possibilita que as análises oficiais, que são exigidas por esse órgão para assegurar a sanidade dos plantéis das aves e contribui com a segurança do consumidor, sejam realizadas na UPF, possibilitando o crescimento da região e das empresas do setor. "A criação de aves, suínos e bovinos é a grande fonte de renda da maioria dos municípios da região. Portanto, o fortalecimento da sanidade animal, com a criação do CDSA, irá contribuir com nosso desenvolvimento socioeconômico, melhorando a qualidade de vida da nossa população", destaca a responsável técnica do Centro, a médica veterinária Natalie Nadin Rizzo.

Localizado na região Norte do Estado, com uma posição estratégica para facilitar o envio das amostras e agilizar os resultados de diagnósticos, o CDSA possui uma infraestru-tura com capacidade de absorver as análises dos principais segmentos da produção animal. Nele, são feitas análises das cadeias de suínos, bovinos e aves, tanto no que tange aos programas nacionais de sanidade quanto às amostras para monitoramento de plantéis.

Para certificar que um laboratório está operando dentro das exigências e normas técnicas brasileiras, é necessária a obtenção do reconhecimento formal pelo sistema de qualidade documentado e tecnicamente competente, segundo critérios pré-estabelecidos. No caso do centro de Passo Fundo, o pedido foi realizado em 2019.

Fonte: Jornal do Comércio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *