Cativa, de Londrina, diversifica suas operações

Após passar por reforma no estatuto e se tornar uma cooperativa agroindustrial, a Cativa, de Londrina, no norte do Paraná, se prepara para dar outros passos para engrossar suas receitas, que somaram R$ 44,5 milhões em 2012, 10% a mais que no exercício anterior. O grupo conta com uma unidade de sal mineral e a intenção é investir também em fábrica de ração, com investimentos de cerca de R$ 7 milhões. Para 2013, a diretoria planeja elevar o faturamento em 15% e ampliar a rede de lojas de insumos, atualmente distribuída por 15 endereços.

Os planos da cooperativa caminham após um período de prejuízos e dificuldades, que começaram a ser resolvidos em 2008. Naquele ano, ela contava com 468 cooperados. Atualmente são 2.008. "Foram feitas mudanças estruturais e de direção", afirma o presidente Paulo Cesar Pelisser Maciel, que é filho de um dos fundadores da Cativa, criada em 1964 por produtores de leite. Hoje o leite é processado pela Confepar, cooperativa central na qual a Cativa detém participação de 31%.

Maciel diz que leite e insumo respondem por metade das receitas cada e que as sobras (lucros) em 2012 foram de R$ 1,28 milhão. Segundo ele, a Cativa tinha 6 lojas de insumos, passou a contar com 15 e, até maio, mais duas serão abertas. A intenção é ter 22 até 2017. Entre as medidas para ajudar a equilibrar as contas está o aluguel de imóveis que ficam junto à sede, no centro de Londrina. Oito empresas estão instaladas lá como locatárias. "Nos dois primeiros meses do ano já conseguimos cumprir a meta de crescer 15% em leite e 15% em insumos", diz o executivo, que quer aumento de 17% no lucro.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.
Leia mais em:

http://www.valor.com.br/empresas/3034908/cativa-de-londrina-diversifica-suas-operacoes#ixzz2Mraw5OdG

Fonte: Valor | Por Marli Lima | De Curitiba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *