Casa Rural lança aplicativo Ruralito na Expointer

A Casa Rural na Expointer foi sede, na noite dessa terça-feira (30/08), do coquetel de lançamento do Ruralito, um aplicativo gratuito de gestão rural desenvolvido para smartphones com o objetivo de facilitar a vida dos produtores. O evento marcou a assinatura de um protocolo de intenções entre o Sistema Farsul e a empresa Ruralito para apoio e divulgação da ferramenta. O coquetel contou com as presenças de Carlos Sperotto, presidente do Sistema Farsul, dos diretores Francisco Schardong e Jorge Rodrigues, de José Alcindo, superintendente da Casa Rural e da dupla de desenvolvedores do projeto, Fernando Lorenzini e André Dorneles, além de convidados.

A plataforma digital permite que os produtores organizem suas propriedades de maneira eficiente, com gerenciamento de seus rebanhos e lavouras por categorias, acompanhamento de tarefas e atividades diárias e produção de relatórios otimizados. Além disso, o aplicativo possui um Painel de Negócios em forma de chat, permitindo o contato direto entre produtores para compra e venda online. “O Ruralito se propõe a ser uma rede social do campo, aproximando os produtores rurais, facilitando o seu dia a dia e gerando maior movimentação de negócios”, explica Lorenzini.

O presidente Sperotto destacou que a inovação no campo é uma das preocupações do Sistema Farsul. “Levar a inovação para o produtor rural é muito importante para facilitar o seu dia a dia e gerar produtividade. O Ruralito é um produto interessantíssimo, a medida que dá agilidade no gerenciamento das propriedades”, disse. José Alcindo, da Casa Rural, adiantou que a divulgação do aplicativo será forte nas feiras da primavera. “Nossa ideia é mostrar aos produtores as facilidades que o Ruralito proporciona e que seu uso é muito prático”.

A ideia do aplicativo surgiu em 2015, quando Fernando Lorenzini, produtor rural de Santiago (RS), percebeu que não haviam ferramentas digitais direcionadas especificamente para os trabalhadores do campo. Com a chegada de André Dorneles ao projeto, responsável pelo desenvolvimento técnico do aplicativo, a ferramenta amadureceu, ganhou força e saiu do papel. “Facilita muito ter os dados da propriedade sempre à mão. O próximo passo será a possibilidade de criar grupos de trabalho no aplicativo, reunindo todos os trabalhadores de uma mesma propriedade, para que eles possam compartilhar informações”, diz Dorneles.

Fonte: Imprensa Sistema Farsul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *