Carne suína terá novo Selo de Qualidade

Fonte: Ruralbr

Projeto piloto será implantado pelo Instituto Nacional da Carne Suína (INCS)

Os suinocultores terão em breve uma nova certificação. O Selo de Qualidade da Carne Suína está em fase de desenvolvimento e será implantado em projeto piloto pelo Instituto Nacional da Carne Suína (INCS) com a participação das empresas Cugnier Inspections e a Top Carnes. A proposta, de acordo com os responsáveis pela criação do Selo, é colaborar com as indústrias e produtores no atendimento das exigências de mercado. Serão adotadas ações para o desenvolvimento sustentável da cadeia suinícola, demonstrando que os envolvidos respeitam as legislações sanitárias.

– Os consumidores estão mais exigentes e por isso estão optando por produtos que ofereçam garantia de qualidade, diferencial que agrega valor as carnes comercializadas – destaca o presidente do INCS, Wolmir de Souza.

Para o consultor de frigoríficos da Top Carnes, Dilnei Echevenguá, esta será uma oportunidade de crescimento para toda a cadeia suinícola.

– Vamos viabilizar economicamente toda a cadeia produtiva. Todos terão o mesmo espaço, principalmente as pequenas e médias indústrias – diz Echevenguá.

Segundo a representante do departamento comercial da Cugnier, Danielle Schwarzbach, o processo consiste na realização de auditorias para avaliação da conformidade nos frigoríficos e produtores. Haverá um cronograma de verificações periódicas em um processo de avaliação das instalações, cumprimento de legislações higiênico-sanitárias, auditoria documental, análises laboratoriais dos produtos coletados diretamente no mercado e envio a laboratórios credenciados, entre outros requisitos do Regulamento Técnico do Programa de Certificação do INCS. Bem como os padrões estabelecidos de acordo com os Requisitos para Organismos que Oferecem Auditoria e Certificação de Sistemas de Gestão.

– As empresas que forem certificadas receberão um Selo de Qualidade Controlada, o qual certifica que o estabelecimento cumpre com todos os requisitos técnicos, higiênicos e sanitários verificados nas auditorias, garantindo a qualidade dos produtos e o desenvolvimento sustentável da cadeia – explica Danielle.

A Cugnier fornecerá a avaliação da conformidade através de processos de auditorias independentes e emissão dos respectivos relatórios para concessão do selo de qualidade aos estabelecimentos participantes do programa. Os itens de controle trabalhados serão os programas de autocontrole do estabelecimento, inspeção visual das instalações e estrutura, Boas Práticas de Fabricação (BPF), Procedimento Padrão Higiênico Operacional (PPHO), análises laboratoriais, entre outros requisitos do regulamento técnico do INCS.

INSTITUTO NACIONAL DA CARNE SUÍNA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *