Campo limpo

O Sistema Campo Limpo, que trabalha a logística reversa de embalagens vazias de agrotóxicos, atingiu em agosto a marca histórica de 400 mil toneladas destinadas de forma ambientalmente correta em seus 15 anos de atuação. Mario Fujii, gerente de logística do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), diz que o resultado se deve aos esforços em toda a cadeia e à conscientização do produtor – além do decreto 4074, de 2012, que obrigou o setor a agir. O Brasil é hoje o maior destinador dessas embalagens: de cada 100 quilos de embalagens comercializadas, 94% voltam para reciclagem ou incineração. Nos EUA, a taxa é de 33%; no Japão, de 50%. A expectativa é que o país retorne este ano um pouco menos que as 45,4 mil toneladas de 2015, na esteira da crise econômica e do clima ruim no campo.

Divulgação

Fonte : Valor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *