CAMPO E LAVOURA – Urgência de volta a projeto controverso

O governo do Estado retomou o pedido de urgência do projeto de lei que altera a legislação estadual de agrotóxicos. Com o regime, o texto do Executivo precisa ser avaliado em 30 dias.

Originalmente, o PL 260/2020 foi protocolado com urgência, retirada após a mobilização de entidades que contestam as modificações propostas – 237 assinaram documento entregue ao governador. O pedido era para que o assunto fosse debatido.

Um dos pontos de controvérsia é a alteração da regra que hoje não permite no RS produto sem registro de uso no país de origem.

Entidades do setor produtivo, por sua vez, assinaram carta de apoio ao projeto. O argumento é de que faz o alinhamento da lei estadual à federal.

Para Francisco Milanez, presidente da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan), a volta da urgência demonstra que o governador "não quer o debate, não quer ouvir a voz das pessoas".

NO RADAR

O projeto de ampliação da unidade da JBS de Bom Retiro do Sul recebeu ontem a licença da Fepam para o início das obras. O investimento previsto para aumentar a capacidade produtiva é de R$ 14 milhões e deve gerar acréscimo de cerca de 10% em postos de trabalho – hoje são 550. Faz parte do pacote de R$ 1,7 bilhão anunciado pela companhia para o Estado no triênio 2021-2023.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *