CAMPO E LAVOURA – Sem vez ao desperdício

A pandemia transformou muitas rotinas, incluindo a da alimentação. Com novos hábitos, foi preciso também reorganizar a lista de compras. Calcular a quantidade necessária e a duração média de cada item, por exemplo, ajuda a evitar perdas. Essas e outras dicas fazem parte de uma cartilha (no detalhe) , elaborada em parceria por Embrapa Instrumentação, Mauricio de Sousa Produções (MSP) e Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). Com o título Dicas Contra o Desperdício de Alimentos em Tempos de Coronavírus, pode ser acessada gratuitamente pelo endereço embrapa.br/instrumentacao.

– Na pandemia, muitas pessoas se viram obrigadas a não sair de casa, outras a não consumir em restaurantes, e algumas tiveram de delegar a compra de casa. Frutas e hortaliças são perecíveis, têm uma vida útil mais curta, diferente de alimentos como arroz e feijão. Então, é necessário um planejamento da compra, do armazenamento e da durabilidade – explica o pesquisador Marcos David Ferreira, da Embrapa Instrumentação e um dos editores.

A Turma da Mônica, ajudou a passar a mensagem de forma simples.

– Com a nossa colaboração, sempre de uma forma divertida e lúdica, podemos alavancar o proveito integral dos alimentos, não somente nesse período de quarentena. A ideia é de que essas dicas possam se tornar um hábito – observa Mônica Sousa, diretora-executiva da MSP.

No Rio Grande do Sul, a Centrais de Abastecimento do Estado (Ceasa) também trabalha com a conscientização. Um dos três eixos do programa Prato Para Todos é o combate ao desperdício, por meio da parceria como Sesc de ônibus-escolas – suspensa em razão da pandemia. Também realiza a doação, beneficiando uma média de 35 mil pessoas ao mês.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *