CAMPO E LAVOURA – Recomposição do orçamento aprovada

O Congresso Nacional aprovou o projeto de lei que recompõe o orçamento da União, essencial para viabilizar o Plano Safra 2021/2022. São R$ 3,7 bilhões sem os quais programas como o Pronaf, voltado à agricultura familiar, e o de investimentos ficariam comprometidos. Na versão anteriormente aprovada, houve corte de R$ 2,5 bilhões.

Agora, será necessário correr contra o relógio para finalizar o pacote de crédito rural, que depende da validação do Conselho Monetário Nacional.

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura do RS (Fetag-RS) avalia que os valores ainda estão aquém do necessário diante da alta de custos – que chega a 40% em alguns segmentos.

– Não será nem perto do ideal, mas é fundamental para que os agricultores e pecuaristas familiares sigam produzindo alimentos – afirma Carlos Joel da Silva, presidente da entidade.

***

21,72%

é a alta nos custos de produção no Estado no acumulado de 12 meses, maior percentual da série histórica para o período, aponta o índice de inflação do agronegócio da Federação da Agricultura do RS (Farsul). No ano, o percentual é de 15,30%. E em abril, de 1,29% (na comparação com março). Os preços recebidos seguem valorizados, apesar da desaceleração: 75,6% em 12 meses, 11,57% no ano e 2,28% em abril.

***

A FRANCESA LACTALIS GANHOU AINDA MAIS ENVERGADURA NO MERCADO BRASILEIRO COM A CONCLUSÃO DA COMPRA DA CATIVA COOPERATIVA DE LONDRINA (PR). JÁ LÍDER, PASSA A TER CAPTAÇÃO DE 3 BILHÕES DE LITROS DE LEiTE AO ANO. O MODELO DE NEGÓCIO PREVÊ QUE OS 4 MIL ASSOCIADOS SIGAM FORNECENDO O PRODUTO, COM EXCLUSIVIDADE, POR 10 ANOS. O FORMATO PODERÁ SER OFERECIDO PARA OUTRAS OPERAÇÕES NO PAÍS.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *