CAMPO E LAVOURA | Produtor poderá resgatar cobrança

A partir do endosso da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de que houve cobrança a mais, produtores de arroz que utilizam irrigação poderão reaver valores com a RGE. Para o órgão, a empresa informou que pretende fazer a devolução até 31 de agosto.

Diretor da Federação das Associações de Arrozeiros do Estado (Federarroz-RS), Gustavo Thompson diz que os agricultores devem buscar orientação com seus consultores de energia. A entidade, junto com a Farsul, apresentou a questão no conselho dos consumidores da RGE Sul.

Os valores cobrados referem-se aos meses da entressafra, quando resolução determina cálculo diferenciado, uma vez que os sistemas de irrigação são desligados. A Aneel reconheceu que houve alteração na forma de faturamento. A mudança se deu a partir de abril de 2018.

Tando IBGE quanto Conab confirmam safra recorde de grãos no Brasil na safra 2019/2020. O volume histórico é puxado por soja e milho que, no resto do país, tiveram colheitas cheias. O Rio Grande do Sul, por conta da estiagem, teve redução.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte: Zero Hora

Compartilhe!