CAMPO E LAVOURA | Precaução coletiva

Essa será a primeira vez na história que a Expointer não será realizada. A opção pelo cancelamento, no entanto, alinha-se ao que outras exposições no Brasil e no mundo vêm definindo. A Farm Progress Show, realizada em Iowa, nos Estados Unidos, também anunciou o cancelamento da edição deste ano, que ocorreria no início de setembro. É a primeira vez em 65 anos que o evento não sai.

No Brasil, outra feira de destaque, a Agrishow, de Ribeirão Preto (SP), primeiro adiou e, depois, suspendeu a edição de 2020, deixando o evento para o próximo ano. O presidente da exposição, Francisco Maturro, explicou que a indefinição acerca da pandemia foi o que motivou a medida.

– Imagina mobilizar toda uma infraestestrura e ser implementada nova quarentena – explicou, sobre o cancelamento, que foi anunciado em junho.

Marcada para o período de 18 a 21 de março, a 20ª Expoagro-Afubra, em Rio Pardo, acabou ficando para 2021. A decisão teve de ser tomada poucos dias antes do início, quando já estava tudo preparado para o evento realizado na localidade de Rincão Del Rey. Em nota divulgada na ocasião, a Afubra disse "lamentar profundamente o fato", mas que entendia ser "vital unir esforços para conter a escalada da doença e proteger a população, evitando aglomerações de pessoas", lembrando que era esperado um público de aproximadamente 150 mil pessoas ao longo dos quatro dias do evento.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte: Zero Hora

Compartilhe!