CAMPO E LAVOURA | Porto de Rio Grande registra maior movimento da história

Na carona da crescente demanda externa por soja, o porto de Rio Grande registra em 2020 a maior movimentação de cargas de sua história. Entre janeiro e julho, passaram pelo terminal localizado no sul do Estado 23,8 milhões de toneladas de produtos, volume 6,5% superior ao verificado em igual período do ano passado e o maior montante registrado na série estatística iniciada em 2009.

As exportações responderam pela maior parte do fluxo no complexo portuário, totalizando 14,9 milhões de toneladas. O resultado significa avanço de 11,1% frente igual período de 2019. Somente os embarques da soja em grão para o Exterior representaram 7,7 milhões de toneladas, elevação de 23%.

O conflito comercial entre China e Estados Unidos, que acelera a demanda chinesa por alimentos brasileiros, e a entrada de cargas de soja de outros Estados, como Paraná e Mato Grosso, estão entre as razões para a expansão do fluxo comercial, de acordo com o superintendente do terminal, Fernando Estima:

– Os caminhões gaúchos que levam os fertilizantes para outros Estados do Sul e do Centro-Oeste têm voltado com soja para embarque em Rio Grande. Esse movimento não era comum e acreditamos que tenha potencial para continuar crescendo.

Proporcionalmente, o item com maior crescimento de demanda no período foi a carne suína. As cargas envolvendo a proteína animal chegaram a 119 mil toneladas até julho, expansão de 74,5% na comparação com a temporada passada.

Dentro da pauta de exportações, a China foi o destino de 57,8% dos embarques realizados até o momento, alcançando 8,6 milhões de toneladas. Na sequência aparecem Coreia do Sul e Estados Unidos, com participações de 3,5% e 3,4%, respectivamente, nas cargas enviadas a partir do porto.

Com a menor disponibilidade de grãos na safra gaúcha deste ano, em decorrência da estiagem, a tendência é que o movimento de cargas agrícolas desacelere no segundo semestre. Assim, o superintendente projeta que, no acumulado do ano, o volume será semelhante ao verificado em 2019.

fernando.soares@zerohora.com.br

FERNANDO SOARES – INTERINO

Fonte: Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *