CAMPO E LAVOURA | Otimismo congelado

O branco da geada que tomou conta dos campos do Estado trouxe preocupação para produtores de trigo.

A principal lavoura de inverno era esperança de recuperação de parte do prejuízo do verão. Com mercado e tempo favoráveis, os agricultores semeavam otimismo. Expectativa que poderá ser desfeita pelo fenômeno. Embora tolerante ao frio, o cereal tem etapas do desenvolvimento de vulnerabilidade. Diretor técnico da Emater, Alencar Rugeri diz que a janela de risco é maior do que em outras lavouras:

– É complexo saber a dimensão, precisa de alguns dias para ver o reflexo. Mas, com certeza, haverá dano considerável no trigo, na olericultura, na fruticultura e na cevada.

A geada pode causar congelamento da seiva do trigo, com perdas irreversíveis.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte: Zero Hora

Compartilhe!