CAMPO E LAVOURA – O poder da previsão

Se a previsão de tempo pode ser uma aliada na produção, a predição de pragas também. Sem bola de cristal ou adivinhação, mas com uso de um sistema inteligente desenvolvido pela FMC, a gaúcha 3tentos colocou em campo um projeto-piloto para a gestão do problema. O foco inicial da experiência foi a lagarta do cartucho, como é conhecida a Spodoptera frugiperda, que causa perdas em culturas como milho e soja.

Nesse primeiro momento, a ferramenta Arc Farm Intelligence foi testada em uma área de cerca de 60 mil hectares nos municípios de Santa Bárbara do Sul e Ijuí, acompanhados de perto por oito consultores.

– Trabalhamos e focamos muito no manejo preventivo. Existia um piloto de pesquisa já (da FMC), para fazer um monitoramento mais racional, assertivo e tecnológico de pragas – observa Fernando Bavaresco, gerente de Agricultura Digital e Serviços da 3tentos.

O sistema inclui a utilização de armadilhas na lavoura (foto acima). É feito o monitoramento e a coleta da informação que, assim como a plataforma de acesso, são digitalizados.

– O objetivo é fazer com que não se use produtos sem necessidade. E o banco de dados serve também para fazer a predição e planejar aplicação. Isso vai retroalimentar o modelo para ter uma efetividade ainda maior – acrescenta Bavaresco.

A 3tentos está presente em 40 municípios do RS. Atua no varejo de insumos, originação e trading de grãos e industrialização (farelo, óleo e biodiesel de soja). Tem duas unidades de beneficiamento de sementes. Fechou 2020 com faturamento de R$ 3 bilhões.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *