CAMPO E LAVOURA – Negociação com os chineses é adiada

A China, um dos maiores compradores do fumo brasileiro, postergou as negociações para a aquisição da safra deste ano. Uma delegação de executivos chineses, que viria ao Estado em março para acompanhar a produção na indústria e negociar o embarque do produto, adiou a viagem. Em decorrência da epidemia de coronavírus, o grupo seguiu orientação do governo chinês e decidiu que virá em outra data, ainda não definida, para fechar a compra.

Presidente do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco), Iro Schünke ressalta que, mesmo com o adiamento, os negócios não devem ser reduzidos neste ano. Isso porque o envio do tabaco para a China costuma ocorrer entre setembro e dezembro.

Portanto, há margem de tempo para alinhar a venda.

CAMPO E LAVOURA

Fonte : Zero Hora

Compartilhe!