Campo e Lavoura – Ministério da Agricultura – Fiscais federais agropecuários cobram nomeação de servidor público

Depois de indicação política em cargo, não está descartada a possibilidade de paralisação nacional

Fiscais federais agropecuários cobram nomeação de servidor público Thais D'Avilla/Divulgação

Fiscais federais agropecuários fizeram buzinaço e apitaço ao longo do diaFoto: Thais D’Avilla / Divulgação

O primeiro dia de trabalho do novo superintendente do Ministério da Agricultura, Luciano Maronezi, foi barulhento. Fiscais federais agropecuários organizaram buzinaço, cedo pela manhã, e apitaços em diferentes momentos do dia. A delegacia regional da Associação Nacional de Fiscais Federais Agropecuários (Anffa) promete se manter mobilizada nesta quarta-feira.

Há a possibilidade de colegas de todo o país aderirem aos manifestos contra a indicação política para o cargo.

A comitiva nacional está reunida, até quinta-feira, em Brasília.

– De lá, deve sair decisão sobre uma paralisação nacional – conta Consuelo Paixão Côrtes, delegada da Anffa no RS.

No dia 12 de fevereiro, um dia após a exoneração do então superintendente, o fiscal federal Roberto Schroeder, colegas cruzaram os braços no Estado. Nesta terça, foi definida a lista com três nomes de funcionários de carreira – Schroeder, José Fernando Werlang e José Luiz Castilhos – para ser entregue à ministra da Agricultura, Kátia Abreu.

A Anffa cobra ainda cumprimento de portaria que determina a nomeação de servidor público para o cargo.

Leia outras colunas de Gisele Loeblein

Por: Gisele Loeblein

Fonte  : Zero Hora

Compartilhe!