CAMPO E LAVOURA – Maratona de inovação

Uma maratona tecnológica entra em campo nesta semana no ambiente virtual para colher soluções reais para desafios do agronegócio. A Claro, por meio do seu hub de inovação beOn, e a SLC Agrícola, uma das gigantes do setor produtivo no país, puxam a frente do HackatAgro 2021, evento promovido pela Neodigital. O foco dessa edição é o uso eficiente de defensivos agrícolas que são aplicados nas lavouras (tanto químicos quanto biológicos).

A oportunidade está aberta a estudantes, empreendedores e startups já formadas, que tem até amanhã para se inscrever. A disputa, 100% digital, vai de sexta até o próximo domingo.

– O que se espera é sair dali com o protótipo de uma solução – ressalta Diogo Natacci, que lidera a área de Inovação Aberta do beOn Claro.

Os vencedores recebem premiação em dinheiro (R$ 10 mil para o primeiro lugar, R$ 6 mil para o segundo e R$ 4 mil para o terceiro), mas Natacci reforça que há ainda, conquistas indiretas, como a mentoria recebida de especialistas, o acesso aos ativos da SLC para testar a solução no ambiente produtivo e até vir a se tornar um fornecedor.

– Na área de IoT (internet das coisas, na sigla em inglês), a vertical do agro é uma das mais importantes, onde buscamos oferecer, mais do que conectividade, soluções – pontua Eduardo Polidoro, diretor de IoT da Claro.

As inscrições são feitas de forma individual (em hackatagro.com/desafio-claro), mas a maratona é entre equipes, que podem ter de três a cinco pessoas, que passam por uma pré-seleção. A ideia é que as equipes reúnam pessoas com habilidades complementares.

– A gente tem um cuidado para que esses times tenham capacidade de executar o que se espera dentro dessa prazo da maratona – acrescenta Nattaci.

Depois de submetidos, os projetos serão avaliados e a divulgação dos escolhidos será no dia 26 deste mês.

NO RADAR

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) previsto para 2021 segue na casa inédita do trilhão. No estimativa atual do Ministério da Agricultura está em R$ 1,099 trilhão, 10,5% a mais do que a registrada em 2020. Na agricultura, os produtos que puxam o faturamento são arroz, cana-de-açúcar, milho, soja e trigo – juntos, representam 55,4% do VBP total. Na pecuária, o crescimento foi puxado por carne bovina e frango.

100 vagas

estão abertas na unidade da BRF em Marau, no norte do Estado. A empresa realiza amanhã um mutirão de seleção para contratações imediatas. Os candidatos interessados devem comparecer na Sociedade Esportiva e Recreativa Perdigão (Serp) do município, entre 13h30min e 16h30min, com RG, CPF, carteira de trabalho e comprovante de endereço. Há oportunidades para pessoas com deficiência. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (54) 3371-3552.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *