CAMPO E LAVOURA – Julgamento adaptado

O julgamento morfológico deu início, ontem, a mais uma etapa classificatória ao Freio de Ouro. Com programação até domingo no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, a seletiva conta com a participação de cerca de 60 cavalos crioulos. Usando máscaras e procurando manter o distanciamento social, seis jurados avaliaram exemplares de machos e fêmeas ao longo da tarde.

– Muda um pouco a maneira como estamos habituados a fazer as provas, mas não é difícil se adaptar. Se todos cumprirem os protocolos sanitários, a atividade é segura – aponta Francisco Fleck, presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC).

A seletiva estava programada para acontecer entre 1º e 5 de julho, mas, na ocasião, a ABCCC optou por transferir a competição. O motivo era a vigência da bandeira vermelha em Esteio, indicador do governo do Estado que aponta alto risco de contágio do novo coronavírus. Nesta semana, mesmo com a manutenção do status, a decisão foi por realizar o evento.

Para viabilizar as provas, Fleck salienta que foram elaborados protocolos junto à Santa Casa, de Porto Alegre. Com isso, restringiu-se o acesso ao parque apenas aos profissionais do setor, sem a presença de público.

A atividade ocorre com respaldo do poder público. A prefeitura de Esteio, que autorizou a seletiva, justifica que a bandeira vermelha não impede a realização da prova e aponta que há respaldo até mesmo do Ministério Público.

fernando.soares@zerohora.com.br

FERNANDO SOARES – INTERINO

Fonte : Zero Hora

Compartilhe!