CAMPO E LAVOURA – Javali: espaço para debater controle

Há espaço para discussão de pontos relacionados ao controle do javali. Essa foi a sinalização da superintendente do Ibama no Estado, Cláudia Pereira da Costa, que ontem se reuniu com representantes da Fetag-RS. Dois episódios na Região Central fizeram o debate ser retomado, como publicou a coluna no sábado.

Espécie invasora exótica, o javali e seus híbridos, como o javaporco (cruza com o porco doméstico), é considerado nocivo, devendo ser abatido, segundo regras vigentes. Também não é permitida a criação, com sanções previstas.

Há pedido para revisão de procedimento em casos em que houver prenhez "involuntária" da fêmea do plantel doméstico decorrente de invasão de javali. O assunto levou os deputados Elton Weber (presente na reunião do Ibama), Edson Brum (representado pelo chefe de gabinete) e Zé Nunes a solicitarem audiência pública na Assembleia.

US$ 687,2 milhões

foi a receita das exportações gaúchas de frango no acumulado até setembro, conforme a Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav). A quantia representa alta de 7,7% sobre igual período de 2019. Em volume, também houve expansão: as 505,2 mil toneladas representam crescimento de 24%. O cenário, segundo a entidade, ainda reflete recuperação das perdas de 2019.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *