CAMPO E LAVOURA – Incentivo para hidratar a irrigação

A desoneração na compra de equipamentos de irrigação e de componentes são duas das sugestões que o presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo, apresentará ao governo do Estado nos próximos dias. A ideia, segundo o deputado, é incentivar o uso do sistema que reduz efeitos da estiagem:

– Reduzindo o custo, facilita para o produtor ter.

O deputado percorreu no final de semana os municípios de Nova Candelária, Palmeira das Missões, Santa Rosa, Santo Augusto, Três de Maio e Tucunduva e verificou os prejuízos nas lavouras de milho:

– Nem que chovesse agora recuperaria. Esses municípios plantam mais cedo, a falta de chuva prejudicou mais ainda.

As perdas são verificadas tanto no milho grão quanto no milho silagem, destinado à alimentação do gado, trazendo preocupação também aos produtores de leite. Para tentar diluir esse impacto, a proposta a ser encaminhada é que as instituições financeiras autorizem, no caso de plantações com Proagro, o uso da massa verde que restou.

R$ 92,63 bilhões foi o valor contratado em crédito rural nos quatro primeiros meses do Plano Safra 2020/2021, alta de 21% em relação a igual período do ciclo anterior. Em algumas linhas operadas pelo BNDES, o comprometimento de recursos levou à suspensão temporária.

gisele.loeblein@zerohora.com.br

GISELE LOEBLEIN

Fonte : Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *